terça-feira, 27 de maio de 2008

Incêndio no Edifício da CESP - 1987

O incêndio nos edifícios da CESP foi um famoso episódio ocorrido na noite de 21 de maio de 1987 e que perdurou até o final da tarde do dia seguinte.
O fogo iniciou-se por volta das 18h30 e atingiu praticamente todos andares dos Edifícios "Sede 1" e "Sede 2" da companhia, localizado na
Avenida Paulista, próximo à esquina desta com a Rua Augusta, ao lado do edifício do Banco Safra, sobre o Shopping Center 3 e defronte o Conjunto Nacional.
Durante o incêndio, a parte central do edifício "Sede 2" (que englobava o hall de elevadores) ruiu, desabando como se estivesse sendo implodida e matando um funcionário da empresa (a única vítima do acidente). O prédio acabou sendo dividido em duas partes distintas: uma bem próxima a calçada da Avenida Paulista e outra nos fundos. A parte da frente seria implodida dias depois, destruindo boa parte da estrutura do Center 3, que seria reconstruído. Por falta de recursos, o edifício "Sede 1" e o que restou do "Sede 2" seriam demolidos apenas cerca de 10 anos depois, tendo ficado durante todo este tempo como uma medonha ruína exposta no meio da famosa avenida. Segue as imagens da implosão (parte da frente) do Sede 2 (TV Globo).

A implosão foi executada pela empresa Construção, Desmonte e Implosão, do engenheiro Hugo Takahashi, implodiu a estrutura em 4 segundos, com 100 kg de dinamite.

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Inc%C3%AAndio_no_edif%C3%ADcio_da_CESP

http://www.agperformance.com.br/paulista/historico.asp

Um comentário:

Sérgio Barros disse...

Um verdadeiro gênio ao conseguir, sem resvalar em nenhum sequer prédio , todos bem próximos, concluir a Obra de Arte chamada "A Arte da Implosão".
Parabéns pela postagem, uma das coisas que me faz orgulhar de ser brasileiro.
Se fosse americano, teria no Livro dos Records, a sua imortalidade assegurada.
Mas aqui é que acontecem as coisas!